O técnico botafoguense Ricardo Gomes vem trabalhando com a projeção de pontos deixada pelo antecessor René Simões, que levou em consideração alguns cenários e chegou à conclusão de que é preciso 72 pontos para que o Alvinegro termine a Série B do Campeonato Brasileiro, no pior dos cenários, na quarta posição, garantindo o acesso para a elite do futebol nacional, a prioridade em 2015.

O número 72 não leva em consideração a média de pontos dos últimos anos. Muito pelo contrário. Isso porque em 2013 o quarto colocado ficou com sessenta pontos e no ano passado com 62. Porém, desde que a Série B passou a ser disputada no sistema de pontos corridos e contou com 20 clubes, apenas em 2012 um time não conseguiu acesso com 71 pontos. Naquela ocasião o São Caetano, mesmo atingindo essa pontuação, ficou em quinto lugar. Mesmo sendo uma aberração, a comissão técnica alvinegra prefere não correr riscos.

Sendo assim, trabalhando com 72 pontos para conseguir o acesso, o Botafogo terminou o primeiro turno, ou seja, a metade da competição justamente com 50% dos pontos que precisa. Hoje o Glorioso está na segunda posição com 36 pontos, quatro a mais que o Náutico, o primeiro fora do G-4.

“O Botafogo está caminhando bem dentro da Série B depois de um momento de irregularidade, o que é normal para qualquer equipe em uma competição de pontos corridos, longa e desgastante. O desempenho no primeiro turno foi bom e a nossa pontuação mostra isso. Vamos precisar manter esse nível de exigência e ainda progredirmos um pouco mais, pois a tendência é as partidas serem ainda mais complicadas, pois o Botafogo é o time a ser batido”, analisou Ricardo Gomes.

A estreia do Botafogo no segundo turno vai ser no domingo, quando o time recebe o Paysandu a partir das 11h (de Brasília), no estádio do Engenhão, pela 20ª rodada. Para este compromisso Ricardo Gomes deverá promover apenas uma alteração no time com o retorno do lateral-direito Luis Ricardo, que cumpriu suspensão na vitória de 2 a 1 sobre o América-MG e reaparece no posto do jovem Diego.

Sendo assim, a tendência é o Glorioso ir a campo com: Jéfferson, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Diego Giaretta e Carleto; Serginho, Willian Arão, Diego Jardel e Daniel Carvalho; Neilton e Alvaro Navarro. Depois de dois dias de folga o elenco do Glorioso vai voltar a trabalhar na manhã desta terça-feira, quando começa a preparação para o duelo contra o Papão.

Fonte: ESPN.com.br