O Botafogo venceu o Vasco por 1 a 0 no Estádio Nilton Santos, chegou a 12 pontos e comemorou o golaço de Diego Souza. Mas a partida poderia ter tomado um rumo diferente devido a um erro grotesco da arbitragem.

Aos 29 minutos do segundo tempo, Gilson invadiu a área em velocidade, levou vantagem e foi atropelado por Marcos Júnior, que sequer tocou a bola. O árbitro Vinicius Gonçalves Dias Araújo (SP) não marcou pênalti e inventou escanteio.

O VAR, comandado por Flavio Rodrigues de Souza (SP) na partida, seria a chance de corrigir o erro. Porém, o juiz sequer foi revisar o lance.

O Botafogo publicou em seu Twitter vídeo do lance:

 

 

 

No fim, o árbitro ainda deu inacreditáveis 7 minutos de acréscimos, em um jogo sem grande interrupções, lesões ou uso do VAR. Mas o Botafogo venceu assim mesmo.

Fonte: Redação FogãoNET e Twitter do Botafogo