Jobson amarra chuteira de goleiro rival e participa do maior fair-play da história

Compartilhe:

Emprestado pelo Botafogo ao Al-Ittihad, Jobson protagonizou uma bela cena de fair-play, talvez a maior da história do futebol mundial. Com a bola em jogo, o atacante ajudou o goleiro adversário ao amarrar o cadarço de sua chuteira. O problema é que o árbitro não quis saber e deu falta, porque o arqueiro ficou mais de seis segundos com a posse da bola.

Em outro belo gesto, o time de Jobson ignorou a oportunidade de gol, com uma falta dentro da área, e jogou a bola para fora, cedendo o tiro de meta. O jogo estava 2 a 2 e terminou empatado em 4 a 4.



Fonte: Redação FogãoNET

Comentários