Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Taça Rio

22/05/21 às 15:05 - São Januário

Escudo Vasco
VAS

X

Escudo Botafogo
BOT

Taça Rio

16/05/21 às 11:05 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Vasco
VAS

Taça Rio

09/05/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Nova Iguaçu
NOV

0

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Xodó em 2012, atacante busca espaço na Europa e não descarta volta ao Botafogo

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Revelação das categorias de base do Guarani, o atacante Bruno Mendes chegou ao Botafogo em 2012 após marcar gols pelo Bugre sobre o Glorioso na Copa do Brasil daquele ano. Vestindo a camisa alvinegra, não demorou muito para fazer valer o investimento e logo tornou-se xodó da torcida. Em oito partidas, balançou as redes seis vezes naquela temporada e no início de 2013 fez parte da campanha vitoriosa no Campeonato Carioca. Hoje no Vitória de Guimarães, de Portugal, o jogador se lembra com carinho de sua passagem por General Severiano, onde teve também a possibilidade de atuar ao lado do holandês Clarence Seedorf.

“Foi uma honra para mim. Muitos jogadores sonharam em atuar ao lado dele (Seedorf) e graças a Deus eu tive esse privilégio, recebendo muitos conselhos. Fico muito feliz em ter jogado ao seu lado. No Botafogo, foi um momento inesquecível e marcante na minha carreira. Eu vinha do Guarani, onde estava bem, e com a confiança que o professor Oswaldo (de Oliveira) depositou em mim eu pude jogar. Comecei a atuar e em oito partidas marquei seis gols, ainda mais em clássicos e outros grandes jogos. Isso vai ficar marcado na minha vida para sempre”, analisou.

Sua caminhada no Botafogo começou ainda muito novo, na transição para a maioridade. Um fato semelhante acontece com o atacante Luis Henrique, destaque alvinegro na temporada de 2015, convocado para a Seleção Brasileira sub-17. Hoje mais maduro, apesar de ter ainda 21 anos, Bruno Mendes passa um conselho para o atual xodó de General Severiano.

“Tenho acompanhado os jogos do Botafogo e tenho visto ele (Luis Henrique) fazer os gols. Tem que continuar trabalhando, focado, ter tranqüilidade e manter a cabeça no lugar para ter sucesso. Tem que ter confiança, assim como tive na época de Botafogo, quando tinha muitos atletas me passando confiança e experiência. Ele terá sucesso. É um garoto muito bom e esse é o conselho que posso passar.”, destacou.

Ainda com idade olímpica, Bruno Mendes não deixa de sonhar com uma vaga na Seleção Brasileira que vai disputar as Olimpíadas do Rio em 2016. Apesar de estar no time B do Vitória de Guimarães, o atacante espera poder vestir a camisa canarinho nos jogos olímpicos.

“Estou jogando o campeonato português da segunda liga. É claro que todo mundo sonha alto e eu também sonho. Continuarei trabalhando firme para chegar a um grande clube europeu, sem especificar um em especial. Quero ser reconhecido na Europa e por todos pelo meu trabalho. Buscarei meu espaço para ser visto e seria uma honra poder defender meu país, dentro do próprio Brasil que é a sede das olimpíadas. Vou dar continuidade ao trabalho, tendo fé em Deus para que eu possa estar nessa seleção e ser campeão.”, afirmou.

Sem fechar portas, o jogador não descarta um retorno para o futebol brasileiro e, é claro, deixa aberta a possibilidade de voltar a vestir a camisa do Botafogo.

“Mesmo de longe tenho acompanhado o Botafogo. Tenho amigos que ainda atuam no clube e estou torcendo muito para que retorne para a primeira divisão. O Botafogo é um clube grande e merece estar na Série A. Tive bons momentos lá (no Botafogo) e fico feliz por ter feito parte da história desse clube. Espero um dia retornar. Gosto muito do Botafogo, me identifiquei com o clube. Se um dia houver a possibilidade de voltar para lá ficarei muito feliz e vou honrar a camisa alvinegra como sempre honrei.”, finalizou.

Confira outros trechos da entrevista

CARREIRA NA EUROPA

Estou muito feliz em estar aqui na Europa, é uma nova oportunidade para minha vida e minha carreira. Graças a Deus estou me adaptando bem, já estou jogando e tenho certeza que vou me dar bem aqui. Vim para o Vitória no time A, mas como não estava sendo utilizado no Brasil, por opção técnica, acharam melhor eu atuar na equipe B daqui para poder voltar para a principal. Graças a Deus, mesmo na equipe B, estou jogando como titular. Em quatro partidas fiz dois gols. Agora é continuar trabalhando firme para poder buscar meu espaço e retornar para a equipe principal.

CHEGADA AO BOTAFOGO EM 2012

“Foi uma responsabilidade enorme para mim. Eu com apenas 17 encarei essa responsabilidade no Botafogo com jogadores mais experientes. Graças a Deus tive fé, com minha família e minha noiva ao meu lado todo o tempo. Tive minha cabeça no lugar e consegui passar por esses momentos, tanto os bons como os de dificuldades.”

Notícias relacionadas
Comentários