A permanência ou não do zagueiro Alisson no Paraná deve ser decidida na manhã desta terça-feira (30), quando o empresário do jogador, Miguel Calluf Neto, se reúne com a diretoria tricolor e um investidor que cogita adquirir seus direitos econômicos. Caso a negociação seja concluída, há a possibilidade de a principal revelação da Vila Capanema em 2014 jogar no Botafogo ano que vem.

“Houve uma sondagem, mas o Botafogo está sem dinheiro. Aí entraria esse investidor [para levá-lo ao Rio”, explica Calluf.

Mesmo afirmando que a conversa com o clube carioca, rebaixado à Série B esse ano, ainda está crua, o empresário acredita que terça-feira o futuro de Alisson se concretize. “Se não der certo de ele sair, em uma transação que seja boa tanto para ele, quanto para o Paraná, dia 5 ele se reapresenta normalmente na Vila Capanema”, afirma Calluf.

Além do Botafogo, o Atlético também mostrou interesse pelo zagueiro. A negociação só não se concretizou porque a diretoria rubro-negra não estaria disposta a pagar a multa rescisória de R$ 4 milhões pelo jogador. O futebol de Alisson ganhou destaque quando o zagueiro foi comandado pelo técnico Claudinei Oliveira, que esse ano se transferiu do Paraná para o Atlético.

Coritiba

O Coritiba também mostrou interesse por Alisson, segundo Calluf. Entretanto, explica o empresário, que tem outros jogadores no Alto da Glória, a negociação está praticamente descartada porque o Coxa não está disposto a investir o valor exigido para ter o jogador.

“O Marquinhos Santos mostrou interesse pelo Alisson, mas o Coritiba está sem caixa para adquiri-lo”, aponta o empresário.

Fonte: Paraná Online