Contratado para substituir Marcos Paquetá, demitido após a derrota para o Nacional-PAR na última quarta-feira pela Copa Sul-Americana, Zé Ricardo foi apresentado nesta segunda-feira como novo técnico do Botafogo para a sequência da temporada. Ele esteve ao lado do presidente Nelson Mufarrej, do vice de futebol Gustavo Noronha e do gerente de futebol Anderson Barros.

Zé Ricardo assinou contrato até o fim do Campeonato Carioca de 2019 e terá a missão de melhorar o desempenho da equipe alvinegra no Campeonato Brasileiro – foram quatro pontos conquistados dos últimos 15 -, além de avançar na Copa Sul-Americana. A estreia será domingo, contra o Paraná Clube, fora de casa.

Confira alguns trechos da entrevista coletiva concedida no Estádio Nilton Santos:

CHEGADA AO BOTAFOGO
“É um prazer chegar ao Botafogo. Gostaria de agradecer ao convite da diretoria. É importante trabalhar em um clube mundialmente conhecido e estou com muita vontade de fazer um grande trabalho”.

NEGATIVA AO CONVITE APÓS ALBERTO VALENTIM
“Houve um primeiro contato, mas eu tinha acabado de sair do Vasco e precisava de um tempo. Foram dos anos intensos e tinha firmado um compromisso para fazer comentários na Copa do Mundo. Passado esses dois meses, recebi um novo convite e entendi que era um momento ideal para voltar. Sempre me chamou a atenção a intensidade com que essa equipe jogou contra nós.”

AMIZADE COM ANDERSON BARROS E SALÁRIOS ATRASADOS
“A relação de amizade com o Anderson é um ponto que sempre respeitei, mas não foi fundamental. Lógico que são poucas equipes que não atravessam uma situação financeira complicada. Dificulta, mas me foi passado que estão tentando acertar.”

CONTRATO ATÉ ABRIL DE 2019
“O clube me deixou bem à vontade. Acho que é um período bom para desenvolver o trabalho e quem sabe aumentar. O tempo de contrato é o que menos importa.”

JOGO CONTRA O SANTOS
“Eu percebi uma reação muito legal da equipe contra o Santos. Esteve organizada e, por pouco, não venceu. Acho que a necessidade real é conquistar vitórias para ganhar confiança. Vamos encarar cada partida com uma entrega grande para que a gente tenha um rendimento bom.”

COPA SUL-AMERICANA
“Uma oportunidade real e financeira para o clube. Vamos contar muito com essas características ano passa com o Jair… Acredito na competitividade desse grupo e na torcida.”

Fonte: Redação FogãoNET