O Botafogo voltou a vencer no Campeonato Brasileiro da Série B e contou com a ajuda do jovem Neilton. O jovem atacante marcou o segundo na vitória por 3 a 1 sobre o ABC que deixou o Glorioso na terceira colocação. Em entrevista coletiva, Neilton parabenizou o clube pelo aniversário de 111 anos de futebol e, adaptado, disse que a tendência é evoluir ainda mais com uma sequência de jogos. Confira os principais trechos:

PARABÉNS, BOTAFOGO!

– Quero dar os parabéns ao Botafogo, um time grande e de tradição. Esse clube tem o meu total respeito e estou feliz em vestir esse manto. Sempre vou me doar em campo pelo Botafogo e quando não for na técnica vai ser na raça.

VITÓRIA NA HORA CERTA

– Fico feliz pelo Botafogo e mais ainda pelo resultado que tivemos. Estávamos precisando de uma vitória para voltar ao campeonato. O time todo se doou dentro de campo e espero que isso aconteça nos próximos jogos também.

PARCERIA COM DANIEL CARVALHO

– O Daniel é um excelente jogador, tem a facilidade de achar os atacantes e isso acaba nos ajudando. Ele mesmo já falou que essa é a característica dele e percebi isso desde o primeiro treino. Isso facilita dentro de campo.

DUPLA DE ATAQUE COM NAVARRO

– A gente foi feliz com gols, mas temos que manter os pés no chão e buscar fazer isso nos próximos jogos. Temos outros bons atacantes no elenco e temos que procurar fazer o melhor. Outros querem a vaga e essa disputa é boa para o elenco. Que a gente possa se entrosar cada vez mais.

JOGO DE SEIS PONTOS CONTRA O AMÉRICA MINEIRO

– É um confronto direto. O América vem fazendo um excelente campeonato e temos que ter cuidado. Temos que respeitar a equipe deles, mas nos dedicar ao máximo para sair com o resultado positivo de lá e talvez retomar a liderança.

EM EVOLUÇÃO

– Falta ritmo de jogo. Fiquei bastante tempo sem jogar e isso atrapalha um pouco. Senti isso contra o Santa Cruz, fazia tempo que não começava jogando. Quero a cada jogo estar ganhando mais confiança para ajudar a equipe. Jogador vive de altos e baixos e temos que procurar ajudar sempre. Eu não estou legal fisicamente ainda e vou procurar evoluir com o apoio do time.

ESSE É O BOTAFOGO

– A gente manteve a calma e o controle emocional dentro de campo. Sofremos o gol e não nos abalamos. Aplicamos um futebol alegre, o que nos ajudou dentro de campo. O trabalho começa no Jefferson e vai até eu e o Navarro.

Fonte: Site oficial do Botafogo