Pelo Paraná, Alex Santana fez dois gols contra o Botafogo no último Campeonato Brasileiro – um no turno e outro no returno, na despedida de Jefferson. O bom desempenho o fez ser contratado pelo Alvinegro, que trocou o volante por Rodrigo Lindoso com o Internacional.

Após sete jogos, o jogador já apresentou suas credenciais. Uma de duas principais virtudes são os chutes de longe distância. E isso já foi percebido contra o Campinense, pela Copa do Brasil, quando ele soltou uma pancada da entrada na área no ângulo direito.

O golaço fez com que outro destaque do time, Erik, fizesse uma comparação com um jogador de status mundial: Yaya Touré. O meio campista do Manchester City-ING viu seu nome ser misturado com o volante do Botafogo, que virou Yaya Santana.

Apesar dos elogios que têm recebido, o técnico Zé Ricardo acredita que o volante tem alguns fundamentos a serem aprimorados. Segundo o treinador do Botafogo, o atleta tem de aprender a soltar a bola com mais rapidez e frequência.

“Alex vem evoluindo jogo a jogo. Tem muito para crescer. Em alguns momentos acaba conduzindo demais a bola sem necessidade. Jogador que tem deixado todos nós com um entusiasmo muito grande. Ele tem um potencial para ainda ser desenvolvido. Nesse pouco tempo que tem de clube, já mostrou que pode ser muito importante na temporada”, disse.

O Botafogo volta a campo na quarta-feira, quando decidirá a vaga na segunda fase da Sul-Americana contra o Defensa y Justicia, na Argentina. Na ida, o Alvinegro venceu por 1 a 0 e poderá empatar na volta. Em caso de resultado igual, a vaga será definida nos pênaltis.

Fonte: UOL