Autor do gol que garantiu o 1 a 0 do Botafogo sobre o Fluminense no último sábado, Alex Santana chegou a sete anotados em 2019, o maior número da carreira em uma única temporada. O jogador está a um de igualar a marca de Rodrigo Lindoso, volante por quem foi trocado pelo Internacional em Janeiro, e que no ano passado fez oito, sendo cinco de pênalti. Em entrevista ao canal Premiére, o meia falou sobre o gol e a vitória no clássico.

– Fico feliz de fazer o gol e ajudar a equipe. O principal era conseguir a vitória. Graças a Deus conseguimos a vitória. Conseguimos neutralizar. Trabalhamos bem para neutralizar e conseguimos.

O meia do Botafogo tem variado nas formas de marcar os gols. No último clássico Vovô, foi de cabeça, após cruzamento de Jonathan. Ainda no Campeonato Brasileiro, Alex Santana fez o gol da vitória sobre o Fortaleza, de perna esquerda, dentro da pequena área, seguindo uma tendência do futebol moderno, que pede que volantes se aproximem mais do gol para finalizar.

Contra Campinense, pela Copa do Brasil, e Defensa y Justicia, pela Copa Sulamericana, dois chutaços de direita de muito longe. Já pelo Campeonato Carioca, embora o Botafogo tenha feito uma campanha ruim, sendo eliminado precocemente, o jogador mostrou seu lado artilheiro. Diante de Fluminense e Portuguesa, marcou dois gols de perna esquerda, após se livrar da marcação dos zagueiros. No empate de 2 a 2 com o Americano, um gol de perna direita, depois de um bom giro dentro da área.

O próximo compromisso do Botafogo é domingo, às 16h, no Serra Dourada, contra o Goiás. O Alvinegro soma nove pontos na competição. O time goiano tem seis.

Fonte: Terra