‘Alvo’ de críticas, Botafogo promete melhorar sócio-torcedor

Compartilhe:

Vibrando com a grande fase do time no Brasileirão, os torcedores do Botafogo teriam pouco para reclamar, não fosse a atual situação do programa de sócio-torcedor do clube, administrado pela empresa Outplan, que pertence a GEO, uma das maiores companhias de entretenimento do país. Dificuldades para aderir aos planos, conflitos para realizar pagamentos e complicações de comunicação são alguns dos problemas que dezenas de botafoguenses têm enfrentado.

O engenheiro Thales Pinheiro, sócio-torcedor do clube desde o surgimento, começou a sua batalha ao tentar reativar seu plano, depois de cinco meses inadimplente. Os números do código de barras do boletos bancários, no entanto, estavam errados, por uma, duas, três e outras várias vezes, impedindo a quitação dos débitos. A dramática luta para poder voltar a assistir aos jogos no estádio terminou com um “infelizmente não posso ajudar”, de um dos funcionários do Botafogo.

– Eles vivem nos pedindo ajuda, mas não nos ajudam. Todos os boletos que me mandavam não funcionavam. Quando pedi para liberarem no site para que o pagamento fosse feito no cartão, também não deu certo. E recebi essa resposta – desabafou Pinheiro.

– Bom mesmo não está. Às vezes está pior, às vezes um pouco melhor. Fiquei cerca de 50 minutos na fila para retirar meu ingresso para o Maracanã. Quem não é sócio, ficou menos. Tem desencontro de informação o tempo todo e a gente nunca é bem tratado – contou outro torcedor do Botafogo, o analista Leonardo Micelli.

Outra dificuldade frequente que afeta diversos torcedores é a demora na chegada dos boletos bancários no endereço solicitado. A diretoria do Botafogo admite os problemas e diz que serão solucionados no início de setembro, quando haverá uma nova empresa para cuidar do programa. Apesar de ainda não ter um contrato assinado, a nova responsável deve ser a Golden Goal, a mesma que faz o programa de sócios do Flamengo.

– Estamos ainda avaliando qual empresa é a que vai nos dar o melhor serviço. Há poucas que fazem isso no Brasil. Mas já vamos estar prontos para dar um novo atendimento ao nosso sócio no começo de setembro – afirmou Sérgio Landau, diretor-executivo do clube, que confirmou que a Golden Goal está nas negociações e não quis falar sobre a atual empresa.

O presidente do Botafogo, Maurício Assunção, disse nesta semana que o objetivo é dobrar até o fim do ano o número de sócios, que hoje é cerca de 10 mil.



Fonte: Lancenet!
Comentários