Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Série B

20/06/21 às 16:00 - Aflitos

Escudo Náutico
NAU

X

Escudo Botafogo
BOT

Série B

17/06/21 às 19:00 - Do Café

Escudo Londrina
LON

2

X

2

Escudo Botafogo
BOT
Ler a crônica

Série B

13/06/21 às 16:00 - Raulino de Oliveira

Escudo Botafogo
BOT

3

X

0

Escudo Remo
REM
Ler a crônica

Antigo sonho do Botafogo, Yaya Touré segue sem clube e ‘se oferece’ à Serie A: ‘Sinto falta do futebol’

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Yaya Touré mantém a forma no Leyton Orient, da Quarta Divisão da Inglaterra
Twitter/Leyton Orient

Depois de uma negociação complicada e a recusa ao Botafogo, Yaya Touré segue sem time e livre no mercado. O marfinense, porém, ainda não pensa em pendurar as chuteiras e tem um sonho que quer realizar: jogar a Serie A italiana.

Touré está livre no mercado desde janeiro, quando rompeu seu vínculo com o Qingdao Huanghai, da China. Neste meio tempo, se envolveu em outras negociações e foi dado como praticamente certo a reforçar o Botafogo. Com a negativa, esteve quase certo com o Vasco, e mais uma recusa veio. O motivo de ambas, segundo o volante, é que ele “não podia se mudar para o Brasil“.

Acabou que mais nada que agradasse chegou às mãos do marfinense, que hoje, aos 37 anos de idade, está sem clube. A aposentadoria, porém, está fora dos planos de Touré, embora ele admita que o fim da carreira em alto nível está próximo.

“Minha carreira não vai durar para sempre, mas sei que ainda tenho mais uma ou duas temporadas”, disse ao Tuttomercatoweb. ” Se eu parar de jogar agora, quando ainda me sentir em boa forma, sempre vou me arrepender”.

“Não sabia o quanto sentiria falta de jogar futebol. Sinto falta da energia, do vestiário, do espírito de equipe e da sensação que você tem quando ganha jogos. Não se trata de dinheiro. Isso é sobre futebol. Quero jogar porque sei que ainda posso jogar.”.

E se depender do jogador, o seu destino é o futebol italiano. “Gostaria de jogar na Itália, como nunca joguei lá antes. Eu estaria pronto para qualquer desafio que a Serie A colocasse na minha frente”. Outras opções apontadas por Touré também foram a França e a Inglaterra – onde foi ídolo do Manchester City.

O sonho da Itália, aliás, é antigo para volante. À época que defendia o City, a Inter de Milão, de Roberto Mancini, tentou a contratação do marfinense: “é verdade que houve uma abordagem, mas depois as coisas foram em outra direção”.

Mas, mesmo acreditando ainda ter algum tempo sobrando dentro de campo, o volante já está se preparando para a vida depois que que deixar a carreira de jogador de lado. Touré pretende seguir no futebol, mas fora das quatro linhas. “Estou estudando para conseguir meus distintivos de treinador”.

Fonte: Goal.com

Notícias relacionadas
Comentários