Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC

ABC

X

Escudo Botafogo

BOT

Campeonato Carioca

10/04/21 às 21:05 - Raulino de Oliveira

Escudo Volta Redonda

VRE

X

Escudo Botafogo

BOT

Campeonato Carioca

04/04/21 às 17:00 - Giulite Coutinho

Escudo Botafogo

BOT

1

X

1

Escudo Portuguesa

POR

Responsável pela reformulação em 2015, Antônio Lopes indica caminhos para Botafogo se planejar para a Série B

comentários

Compartilhe

Antonio Lopes, gerente de futebol do Botafogo em 2015
Vítor Silva/SSPress/Botafogo

O Botafogo vem vivendo uma das piores fases da sua história. Com 23 pontos no Brasileirão, o clube ocupa a penúltima colocação e parece que a luz no fim do túnel está cada vez mais distante, já que está a nove pontos do Fortaleza, primeiro time fora da zona de rebaixamento. Em 2014, o Glorioso sofreu com seu segundo rebaixamento e Antônio Lopes chegou como gerente de futebol no fim do ano para comandar a reformulação feita em 2015.

Quando assumiu, Lopes viu um cenário péssimo no Botafogo, com jogadores saindo por conta de salários atrasados e com um elenco que contava com apenas oito atletas para iniciar a temporada de 2015, que no final das contas, teve um final feliz e o time conseguiu o acesso a série A. E agora, o ex-gerente do clube já tem a receita para repetir o sucesso da última subida.

“Estava muito difícil começar o trabalho, tínhamos oito jogadores. Mas aos poucos nós fomos convencendo determinados jogadores e contratando. E o presidente Carlos Eduardo na época assumiu comigo aquela responsabilidade de pagar. Eu falei “presidente, a gente não vai fazer nada sem pagar direitinho, pagar em dia os jogadores”. Fomos contratar jogadores com perfil financeiro baixo, para poder pagar esses jogadores”, contou, ao “GE”.

Hoje o elenco do Botafogo tem jogadores experientes, como os goleiros Gatito e Diego Cavalieri, além do atacante Kalou. A direção do clube já se mobiliza para planejar a próxima temporada cientes de que jogarão a Série B. Uma realidade não muito distante. Mas Lopes já tem um perfil de jogadores de que poderão fazer parte da equipe:

“Tem que ser com jogadores de série B. Jogador para jogar na série B não pode ser jogador de série A, tem que ser diferente. É totalmente diferente, tem que saber contratar também. O Botafogo vai ter que fazer a reformulação nesse projeto que já começou agora, fazer a reformulação do elenco, liberar vários jogadores que não terão condições de jogar o próximo campeonato”, explicou.

Para o dirigente, apesar do campeonato ser diferente, com muito mais pressão, o clube não pode renunciar aos jovens jogadores que fazem parte do atual elenco:

“Sem dúvida tem que usar a base, tem bons jogadores. O Botafogo trabalhou muito bem a base, como eles vão fazer um plantel tem que botar uns 35 ou 40% de jogadores da base”, concluiu.

Fonte: O Dia Online e GE

Comentários