Zé Ricardo aceitou comandar o Botafogo e se tornou, da área técnica, o líder de um time que busca se afastar da zona de rebaixamento. Os últimos jogos mostram evolução – são três vitórias seguidas – e o jogo contra o Vasco, numa rodada de clássicos por todo o país, pode levar o Glorioso à parte de cima da tabela. Os números, porém, seguem parelhos com o que era do Glorioso antes do atual comandante.

Nos 13 jogos com Zé Ricardo, o Botafogo venceu cinco, empatou três e perdeu cinco. Marcou 15 gols e sofreu 20. Saldo negativo. Na temporada como um todo, pouco muda, proporcionalmente: 19 vitórias, 14 empates, 18 derrotas; 58 gols marcados, 67 sofridos. Mas a expectativa é positiva no clube.

– Todos os jogos são importantes, contra times da parte de cima ou da parte de baixo da tabela. Um jogo de cada vez, para a gente se afastar da zona de rebaixamento, e, quem sabe, nos classificarmos de novo à Copa Sul-Americana. Temos time para isso, mas vamos jogo a jogo – afirma o treinador.

O Botafogo, atualmente, encerra a classificação para a Copa Sul-Americana. Por outro lado, está somente três pontos acima do Vasco, que abre a zona de rebaixamento, com 30.

Fonte: Terra