Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Após ‘caso Botafogo’, Globo convoca clubes para reunião e acena voltar ‘socorro’

0 comentários

Compartilhe

Uma luz no fim do túnel pode estar surgindo para a situação financeira complicada da maioria dos clubes: segundo apurado pelo ESPN.com.br, após negar qualquer antecipação de receita nos últimos meses, a Globo convocou os dirigentes para apresentar na terça-feira da semana que vem, em sua sede em São Paulo, o novo modelo encontrado pela emissora para adiantamento de cotas de TV.

Conforme mostrado pela reportagem nesta quarta-feira, uma penhora de cerca de R$ 10 milhões do Botafogo fez com que a empresa adotasse uma postura mais firme e não aprovasse mais os pedidos.

O motivo é que a emissora, que havia cedido parte dos direitos de transmissão do Brasileiro como garantia para um empréstimo alvinegro, acabou sendo acionada a pagar o valor e, a partir de então, decidiu não abrir mais qualquer concessão aos times por orientação de seu departamento jurídico.

Com praticamente metade dos participantes da Série A com salários atrasados, diversos cartolas procuraram recentemente o diretor executivo Marcelo Campos Pinto tentando antecipar recursos do triênio 2016-2018 do novo contrato. A frustração com as negativas recentes é grande porque havia antes da Copa a promessa de que, ao fim da competição, a situação de cada um deles seria analisada.

No atual modelo, a cessão dos direitos televisivos é feita tendo as cotas de TV como garantia para empréstimos assegurados com fundos de investimento e bancos que costumam realizar essas operações, casos de Votorantim, BMG, ABC Brasil e BIC.

O “pedido de socorro” serve normalmente para se estender o prazo para pagamento de dívidas, mudando, assim, a natureza delas e evitando a sua execução.

Em caso de calote, a empresa pode ser acionada na Justiça, o que aconteceu no caso do Botafogo e motivou a reunião da próxima semana com representantes dos clubes.

O adiantamento dessas receitas é uma forma também de a Globo manter as equipes ‘presas’ a ela – existe entre os dirigentes o desejo, por exemplo, de se rever as atuais cotas, mas o fato de estarem ligados a um contrato até 2018, antecipado em parte por alguns, é citado como uma das barreiras nesse sentido.

Comentários