As enormes dificuldades enfrentadas pelo Botafogo para vencer a Cabofriense poderiam ter sido piores não fosse o goleiro Renan. Com pelo menos cinco defesas difíceis, o substituto de Jefferson recebeu elogios do comandante René Simões após a vitória de 1 a 0, com gol do jovem Sassá.

Além dos elogios, entretanto, René reclamou muito do gramado do Moacyrzão. Para ele, o campo prejudicou muito o Botafogo, equipe de maior qualidade técnica:

“Costumo não reclamar das coisas. Entrei no vestiário e disse que tínhamos o melhor campo que nós jogamos. Pedi que eles voltassem para o segundo tempo com esse chip. Não se pode ter bom futebol com esse campo. Grama muito alta, parece de 30 anos atrás. Não costumo ver o Botafogo fazer o que fez no início, perdendo passes. Coisas que acontecem, só Deus pra explicar. O adversário teve oportunidade de fazer gols tão cedo e apareceu o Renan, o grande nome do jogo. Nosso time teve dificuldade de pegar o tempo da bola por causa da grama muito alta, tivemos dificuldades de adaptação. Faço um pedido à Federação para que estabeleça um padrão de altura da grama”, disse René.

Na próxima quarta-feira, às 19h30, o Botafogo enfrenta o Barra Mansa. A partida será no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

Fonte: ESPN.com.br