Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Após goleada, Botafogo desembarca no Rio de Janeiro em silêncio e sem protestos

0 comentários

Compartilhe

A delegação do Botafogo desembarcou no início da tarde desta sexta-feira no aeroporto do Galeão, na Ilha do Govrnador, após ser goleado por 5 a 0 para o Santos, no Pacaembu, e se despedir da Copa do Brasil. Sem protestos de torcedores, os jogadores e o técnico Vagner Mancini se dirigiram diretamente para o ônibus, sem falar com a imprensa.

Em silêncio e cabisbaixos, os jogadores foram um a um deixando o saguão. Os últimos foram Mancini e Aníbal Rouxinol, gerente executivo do Alvinegro. Do aeroporto, o elenco vai direto para o Engenhão, onde fazem o primeiro treino de preparação para o jogo de domingo contra o Sport, em Volta Redonda, às 18h30.

Após a atividade, o goleiro Jefferson se pronunciará a respeito da polêmica envolvendo sua ausência na partida contra o Peixe. O jogador não teria ficado satisfeito com a forma como a situação foi conduzida.

Através de sua assessoria de imprensa, o camisa 1 disse que entrou em acordo com a diretoria ara não jogar. Pelas palavras de Gottardo, na noite de quarta, não foi exatamente assim que as coisas aconteceram. Já Mancini disse que o arqueiro sequer foi ao hotel onde o time estava concentrado em São Paulo para se justificar. Antes de depois do jogo no Pacaembu, o treinador mostrou irritação.

– O Jefferson estava convocado (para o jogo). Chegou, mas foi para o Rio. Ele falou com o diretor Wilson Gottardo, mas não se apresentou ao hotel para falar comigo. Ele sempre desempenhou seu papel, não posso julgá-lo. Vamos chegar ao Rio, sentar e tentar entender os seus motivos – disse Mancini, ressaltando que conta com seu capitão nas 10 rodadas restantes do Brasileiro. – Ele é profissional e vai até o fim do ano conosco. Não acredito num desfecho diferente desse.

Comentários