O clássico entre Botafogo e Flamengo foi uma partida marcada pela vitória rubro-negra, mas também por briga entre torcidas e a morte de um torcedor antes do jogo, no Estádio Nilton Santos. Na noite de domingo, o Fla ignorou o ambiente pouco favorável para brincadeiras e provocou o Alvinegro pelas redes sociais. O clube foi rebatido pelo rival, que chamou a brincadeira de “apologia à violência”. Horas depois, o Rubro-negro fez um novo post para lamentar a morte do torcedor adversário Diego Silva dos Santos, de 28 anos.

“Lamentamos a morte do torcedor e os ocorridos no Engenhão. Paz sempre. O futebol é alegria”, escreveu o Twitter do Flamengo.

Depois disso, o clube apenas publicou fotos e vídeos para festejar os gols de seus jogadores e a boa partida de alguns deles. Já o Botafogo divulgou uma nota de pesar pelo falecimento do seu torcedor, que estava diante da Ala Norte do estádio quando foi alvejado por tiros vindos de um carro que passava pela rua. Além de Diego, outros oito torcedores ficaram feridos.

“O Botafogo de Futebol e Regatas lamenta profundamente a morte do torcedor Diego Silva dos Santos, de 28 anos, baleado no entorno do Estádio Nilton Santos, antes do clássico com o Flamengo, neste domingo. O clube presta solidariedade a familiares e amigos da vítima.

Toda a violência que cercou o clássico, deixando feridos e prejuízo, é repudiada pelo Botafogo. Para o clube, futebol começa com paz nos estádios e segurança para os torcedores. O clima de insegurança e medo não pode jamais combinar com o esporte”, diz o comunicado.

Fonte: Extra Online