O atacante Jobson, que desfalca o Botafogo contra o Vasco na decisão da final do Campeonato Carioca, por punição imposta pela FIFA, devido a se recusar a realizar exame antidoping, quando atuava na Árabia Saudita, está com o futuro indefinido.

O contrato do jogador com o clube termina no dia 24 de junho, e por enquanto as negociações de renovação pararam e estão em compasso de espera. O gerente de futebol Antônio Lopes, disse que o problema não interfere em nada, embora o dirigente esteja a espera de uma posição da FIFA se a punição ao atleta será mantida ou não.

Fonte: Site da Rádio Tupi