Após utilização intensa do gramado e críticas, grande área do Maraca é replantada

Compartilhe:

Depois de uma grande sequência de jogos, o gramado do Maracanã recebeu na tarde desta segunda-feira um tratamento especial, principalmente no espaço das grandes áreas. A decisão foi tomada pela Greenleaf, empresa responsável pelo campo do Maracanã e de mais seis estádios da Copa do Mundo, e pela Odebrecht, empreiteira líder do consórcio Maracanã S/A.

A grama do tipo Bermuda Celebration foi retirada de parte das grandes áreas para o replantio, sendo utilizada a mesma técnica feita antes do início da Copa das Confederações.

Mosaico Maracanã gramado Replantado (Foto: Editoria de Arte)

Alguns jogadores já reclamaram das condições do gramado, especialmente nas grandes áreas. O goleiro Jefferson, por exemplo, criticou a grama do Maracanã após o empate contra o Vasco, neste domingo.

– Infelizmente um estádio desse, espetacular, está assim. Não se pode jogar com o gramado que esta, nas duas áreas está horrível. As pessoas que cuidam disso têm que tomar cuidado num estádio tão bonito como esse – disse o goleiro do Botafogo e da seleção brasileira.

Apesar das críticas de Jefferson no clássico do último domingo, a troca já estava prevista. A grama é a mesma plantada em uma fazenda na cidade de Saquarema, no estado do Rio de Janeiro. Para garantir a qualidade exigida pela Fifa, a Greenleaf trabalhou em um espaço maior do que o necessário. Um gramado reserva, em quantidade suficiente para cobrir mais de um campo inteiro, continua em tratamento e foi de lá que vieram os novos rolos para o Maracanã.

Além disso, a grama Bermudas Celebration foi especialmente desenvolvida para o estádio carioca, segundo a empresa. Porém, o fechamento do Estádio Olímpico João Havelange, que apresentou um problema estrutural na cobertura, fez com que as partidas dos grandes clubes cariocas, principalmente Flamengo, Fluminense e Botafogo, fossem concentradas no Maracanã, o que sobrecarregou o campo.

Para se ter uma ideia, desde o início de setembro, 22 jogos foram feitos no estádio, sendo pelo Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil. O estádio do Dragão, do Porto, por exemplo, recebe um pouco mais de 25 por ano. Mesmo assim, o gramado do Maracanã apresenta ótimas condições fora das grandes áreas. O nivelamento feito a laser e a drenagem têm sido, segundo os responsáveis pelo “tapete”, um dos pontos fortes do campo.

– Já estávamos planejando isso em função do uso intenso do gramado. Em três meses, fizemos uma temporada europeia inteira. Essa é a vantagem de ser um gramado em rolos. Temos a grama plantada na fazenda para qualquer outra mudança – afirmou Silval Andrade, vice-presidente de operações da Concessionária.

Mesmo com a proximidade do jogo entre Botafogo e Flamengo, na próxima quarta-feira, pela Copa do Brasil, os responsáveis pelo campo garantem que o gramado estará bom para o confronto. Para que isso aconteça, a espessura dos tapetes utilizados hoje foi maior.

  •  

Gramado Maracaná (Foto: Felippe Costa)
Gramado do Maracanã já foi alterado (Foto: Felippe Costa)



Fonte: Globoesporte.com
Comentários