A partir da chegada do meia Camilo, o Inter espera diminuir a responsabilidade de D’Alessandro — sobrecarregado em um time que sofre para se encontrar em campo e na Série B. Nesta segunda-feira (24), na apresentação do ex-jogador do Botafogo e de Damião, o novo reforço do meio-campo colorado mostrou confiança na possibilidade de, até mesmo, jogar ao lado do argentino.

— Venho para aprender com o D’Ale. Acho que o ídolo tem que ser sempre preservado em todos os times. Venho para aprender, somar e também para ajudá-lo. Jogamos, sim, na mesma posição, mas acredito que podemos fazer uma dupla e dentro dos treinamentos fazer o que a comissão técnica decidir — disse Camilo.

Camilo foi apresentado junto a Leandro Damião no Inter (FOTO: Ricardo Duarte/Internacional)

Camilo foi apresentado junto a Leandro Damião no Inter (FOTO: Ricardo Duarte/Internacional)

Fazendo questão de não se colocar como a solução dos problemas colorados, dizendo que “futebol é conjunto”, o meia também comentou o momento que vivia no Botafogo e como espera ajudar o Inter.

— Tenho que fazer o que fazia antes. Já demonstrei que sou capaz e por isso a confiança do torcedor. Passamos (no Botafogo) por pré-Libertadores, classificamos no grupo mais difícil e eu fazia parte disso. Creio que pelo fato de os gols não terem saído, a cobrança foi maior no Botafogo, mas isso não me preocupa porque o mais importante é o grupo conseguir os objetivos — falou. — Estou no Inter para ajudar a colocar o grupo na Série A e tenho certeza que vamos conseguir, pelos jogadores que têm no elenco que são qualificados.

Camilo ainda não poderá estrear pelo Inter nesta terça-feira, contra o Oeste. Deve ficar à disposição para o jogo seguinte, diante do Goiás. No Beira-Rio, o meia espera começar uma nova história:

— Busco novos ares, novo espaço, ser feliz. Não pensei duas vezes. Falei meu “sim” para o Inter, que é um grande desafio e uma oportunidade imensa na minha carreira.

Fonte: Zero Hora