O quarto árbitro do jogo Cruzeiro x Botafogo, Emerson de Almeida Ferreira, que causou a expulsão do técnico Vagner Mancini, no último domingo, pode sofrer represálias se for confirmado que pediu camisas ao clube alvinegro antes do início da partida. O procurador-geral do STJD, Paulo Smith, admitiu analisar a situação, caso o treinador do Botafogo faça a acusação quando for julgado pela expulsão.

– Vamos deixar que ele faça e prove a alegação que avaliaremos – disse o procurador, admitindo que tal postura é considerada antiética.

Em entrevista ao blog Extracampo, Mancini revelou que o quarto árbitro esteve no vestiário do Botafogo antes da partida, pedindo camisas para o quadro de arbitragem. Segundo o treinador, tal atitude é comum entre os árbitros. Normalmente, são cedidas sete camisas.

Fonte: Blog da Marluci Martins - Extra Online