A Libertadores tem um novo formato em 2017, com sorteio para definir os confrontos das oitavas de final. Isso, claro, deixa a ‘sorte’ definir o que acontecerá na sequência da competição. Mas há um jeito de os times brasileiros evitarem o máximo de encontros entre eles logo de cara no mata-mata: terminar com a primeira colocação em seus grupos.

Dos oitos brasileiros, só sete podem terminar em primeiro – afinal, Atlético-PR e Flamengo estão no mesmo grupo. Destes sete, cinco dependem apenas de suas forças para isso.

As melhores situações são de Palmeiras e Grêmio. Os dois lideram os seus grupos e jogam em casa na última rodada para garantir a ponta – os paulistas enfrentam o Atlético Tucumán-ARG (24 de maio) enquanto os gaúchos duelam com o lanterna Zamora-VEN (25). Uma vitória simples garante o 1º lugar sem depender de outro resultado.

O Flamengo também chega à última rodada na liderança, mas terá uma missão mais complicada: vai até a Argentina nesta quarta-feira para enfrentar o San Lorenzo. Um empate garante o Brasil na ponta do grupo. Mas, neste caso, o Atlético-PR também tem uma pequena chance de ser líder – se vencer o Universidad Católica-CHI por 7 gols de diferença.

O Santos também lidera seu grupo. Só que ainda tem mais dois jogos a fazer – o primeiro nesta quarta, diante do The Strongest-BOL na temida altitude de La Paz e o segundo em casa contra o Sporting Cristal-PER (23 de maio). Se vencer nesta semana, já garante a ponta. Se não, terá que refazer suas contas.

Já o Atlético-MG é o único que não está na liderança, mas que depende apenas de si mesmo assim. O time alvinegro é o atual segundo colocado na chave, mas depende apenas de uma vitória em casa contra o líder Godoy Cruz-ARG para garantir a ponta.

Botafogo e Chapecoense estão em situação mais complicada, ambos com ainda mais dois jogos a disputar. Os cariocas estão um pouco mais tranquilos, em segundo em sua chave e com chances de já garantir vaga nas oitavas. São, porém, três pontos de desvantagem para o líder Barcelona-EQU para serem tirados neste fim de primeira fase.

Já a Chape está em terceiro e precisa pensar primeiro em se classificar para a próxima fase. Os catarinenses também têm três pontos de desvantagem para os líderes da chave, mas parecem ter uma missão muito mais difícil por conta do equilíbrio no grupo.

Veja o que cada time precisa para já se classificar!

  •  Atlético-MG

Fica em primeiro se vencer o Godoy Cruz. Qualquer outro resultado classifica o Atlético ‘apenas’ em segundo.

 

  •  Atlético-PR

Para ser líder, tem situação complicadíssima. Precisa torcer por um empate entre San Lorenzo e Flamengo e ainda golear por 7 gols de diferença

Para ‘apenas’ se classificar, precisa de uma vitória. Se empatar na última rodada ainda tem chances, mas aí precisará torcer para o Flamengo vencer o San Lorenzo na Argentina. Se perder, estará fora.

 

  •  Botafogo

Para ser líder, precisa tirar essa diferença para o Barcelona. Pode fazer isso de duas formas diferentes: somando os 6 pontos que restam e torcendo para o Barcelona não ganhar mais ou somando 4 pontos e torcendo para que os equatorianos percam as duas partidas. Se terminarem empatados em pontuação, a definição vai para o saldo, hoje bem favorável ao time de Guayaquil.

Para ‘só’ se classifcar, tem a vida mais fácil e pode já se resolver nesta rodada. Para isso, basta vencer o Atlético Nacional no Engenhão. Ou empatar e torcer para que o Estudiantes não vença o Barcelona. Qualquer outra combinação leva a definição para a última rodada.

 

  •  Chapecoense

Precisa primeiro se preocupar em se classificar. E, para isso, é fundamental vencer os dois jogos que ainda restam.

 

  •  Flamengo

Se garante em primeiro com uma simples vitória. Se empatar, ainda tem grandes chances – basta torcer para que o Atlético-PR não ganhe por 7 de diferença.

Se perder ainda poderá se classificar, mas terá que torcer para o Atlético-PR não vencer a Universidad Católica no Chile. E aí não poderá ser líder.

 

  •  Grêmio

Se classifica em primeiro com uma vitória – a não ser que o Guaraní consiga tirar a grande diferença de saldo atual. Se empatar, ainda fica com a liderança se Guarani e Iquique também ficarem em um empate.

Se perder, corre até o risco de ser eliminado – caso perca por dois gols de diferença e veja Guaraní e Iquique empatarem.

 

  •  Palmeiras

Fica em primeiro com uma simples vitória. Se empatar, torce para o Jorge Wilstermann também empatar com o Peñarol.

Se classifica até com uma derrota por 1 gol de diferença diante do Atlético Tucumán, em casa. Se perder por mais, ainda pode ficar com a vaga se o Jorge Wilstermann for derrotado pelo Peñarol no Uruguai.

 

  •  Santos

São duas rodadas ainda a disputar. Mas, se vencer o The Strongest nesta semana, já garante o primeiro lugar do grupo com uma rodada de antecedência.

Fonte: ESPN.com.br