Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC

ABC

X

Escudo Botafogo

BOT

Campeonato Carioca

10/04/21 às 21:05 - Raulino de Oliveira

Escudo Volta Redonda

VRE

X

Escudo Botafogo

BOT

Campeonato Carioca

04/04/21 às 17:00 - Giulite Coutinho

Escudo Botafogo

BOT

1

X

1

Escudo Portuguesa

POR

Athletico-PR aguarda julgamento no CAS para dar seguimento ao interesse em Matheus Babi, do Botafogo

comentários

Compartilhe

Matheus Babi - Botafogo
Vitor Silva/Botafogo

A Corte Arbitral do Esporte (CAS) começou a julgar nesta quinta-feira (18), o recurso do Athletico-PR no Caso Rony. O julgamento, que ocorrerá entre hoje e amanhã (19) é decisivo para o Furacão, que espera a definição para saber se poderá contratar reforços agora ou somente em julho.

O resultado do julgamento, contudo, não tem prazo para ser anunciado, o que poderá ocorrer nas próximas semanas.

O Athletico foi punido em julho de 2020 pela FIFA, que proibiu o clube de registrar atletas por duas janelas de transferências, devido ao imbróglio quer ficou conhecido como “Caso Rony“. A segunda janela está em andamento, e por isso, o Furacão entrou com recurso, para tentar reduzir a pena.

Caso tenha a suspensão do banimento, o Athletico poderá registrar novos atletas no Boletim Informativo Diário (BID). Do contrário, só poderá realizar contratações em julho, quando, as competições já estiverem em andamento.

Possíveis reforços?

O Athletico tem feito movimentos tímidos no mercado. O clube não confirma oficialmente, mas monitora nomes como o meia Lucas Lourenço, do Santos; e atacante Matheus Babi, do Botafogo.

Outro nome que pode pintar no Athletico, caso a punição seja suspensa, é do meia Auremir, do América-MG. A informação do interesse do Furacão no jogador foi divulgada pela Rádio Itatiaia, nesta quinta-feira (18).

Segundo o jornalista Juliano Lorenz, da Tretis, o negócio está encaminhado, e Ademir seria adquirido por R$ 2 milhões, com contrato até 2024.

O head coach do Athletico, Paulo Autuori, já havia indicado, na coletiva do último sábado (13), que o clube estava observando o mercado, e que a partir do momento que houvesse uma definição do caso Rony, jogadores seriam contratados.

“Estamos de olho no mercado. Porem, ainda temos a indefinição envolvendo o registro de jogadores. Trabalhamos com vários cenários. O contexto que estamos envolvidos hoje é que não podemos incorporar jogadores. Mas estamos preparados para fazermos quando for necessário”.

Enquanto aguarda a definição do Caso Rony, e também uma decisão por parte da Federação Paranaense de Futebol (FPF), em relação a sequência do estadual, o Athletico tem feito atividades online, individualmente.

A reapresentação do elenco estava programada para acontecer na segunda-feira (15), mas como Curitiba está em bandeira vermelha devido ao avanço da pandemia de Covid-19, o Furacão está impedido de realizar treinamentos no CAT Caju.

O clube decidiu liberar também os jogadores das categorias de base, que moram no CAT, enquanto as restrições estiverem em vigor.

Fonte: RicMais

Comentários