Atuações: Jefferson e Lodeiro são os melhores na vaga do Bota

Compartilhe:

VICTOR – GOLEIRO
Pouco acionado durante a partida, mas quando a bola veio, não defendeu. No segundo gol reclamou de falta não dada pelo árbitro.
Nota: 5,5

MARCOS ROCHA – LATERAL-DIREITO
Apesar de ter marcado o primeiro gol da equipe, deixou espaços na defesa, inclusive por onde saiu o primeiro gol do Botafogo.
Nota: 6

RÉVER – ZAGUEIRO
Assim como o companheiro teve pouco trabalho, mas não foi eficiente. Apesar de ter mais categoria que o parceiro com a bola no pé, não contribuiu.
Nota: 5,5

LEONARDO SILVA – ZAGUEIRO
O Botafogo chegou pouco, mas suas estocadas foram precisas. O zagueiro ainda deu o bote errado no primeiro gol e acabou comprometendo.
Nota: 5,5

JUNIOR CESAR – LATERAL-ESQUERDO
Desaparecido no ataque e sem dar segurança ao sistema defensivo.
Nota: 5

GUILHERME – ATACANTE
Na primeira vez que pegou na bola deixou Jô em condições de marcar. De resto tentou ajudar na correria.
Nota: 6

PIERRE – VOLANTE
Bem no combate direto, mas mal no toque de bola. No fim acabou sobrecarregado pelo fato de o time precisar marcar gols.
Nota: 6

LUAN – VOLANTE
Deslocado para a cabeça da área começou perdido, mas depois atuou como se fosse da posição.
Nota: 7

MICHEL – LATERAL-DIREITO
Entrou para recompor a defesa quando o time já estava no desespero. Pegou pouco na bola.
Nota: 6

RONALDINHO GAÚCHO – MEIA
Maestro na primeira etapa e até os 15 minutos do segundo tempo, quando cansou.
Nota: 6,5

FERNANDINHO – ATACANTE
Apesar de prender demais a bola, acabou sendo peça fundamental na equipe, com uma assistência e um gol. Se jogasse sempre coletivamente poderia render ainda mais.
Nota: 7,5

NETO BEROLA – ATACANTE
Tentou suas escapadas na correria e ainda arriscou um bom chute a gol, mais no desespero.
Nota: 6

DIEGO TARDELLI – ATACANTE
Apagado, apareceu numa linda jogada para o gol de Fernandinho, mas só.
Nota: 6

JÔ – ATACANTE
Recebeu pelo menos duas bolas em condições de marcar, mas perdeu, algo que não pode ocorrer com um centroavante.
Nota: 5

Header Botafogo (Foto: Infoesporte)

JEFFERSON – GOLEIRO
Fez grandes defesas e não teve culpas no gol do Atlético. Participação decisiva.
Nota: 7,5

EDÍLSON – LATERAL-DIREITO
Alternou bons momentos, principalmente na parte ofensiva, com grandes vacilos, como na marcação de Fernandinho no cruzamento para o gol de Marcos Rocha.
Nota: 5

BOLÍVAR – ZAGUEIRO
Muita luta contra os homens de frente do adversário. Fez bom desarmes, mas teve dificuldade nas bolas aéreas.
Nota: 6,5

DÓRIA – ZAGUEIRO
Depois de um início irregular, cresceu no segundo tempo e travou um duelo físico à parte com Jô. Premiado com um gol de raça.
Nota: 7

JULIO CESAR – LATERAL-ESQUERDO
Teve bastante trabalho para conter os avanços em velocidade do Galo, mas no geral foi bem. Fez grande jogada de linha de fundo do primeiro gol do Bota.
Nota: 6,5

GABRIEL – VOLANTE
Incansável na marcação. Fez bem seu papel na cobertura por ambos os lados.
Nota: 6,5

LUCAS ZEN – VOLANTE
Novidade no time, entrou com a missão de marcar Ronaldinho e se deu bem na maior parte das vezes.
Nota: 6

LODEIRO – MEIA
Destaque técnico do time, foi quem mais arriscou jogadas com a bola nos pés.
Nota: 7,5

SEEDORF – MEIA
Menos participativo do que o normal. A correria do jogo não encaixou com seu estilo. Perdeu a bola no lance que originou o segundo gol do Galo.
Nota: 5,5

RENATO – VOLANTE
Entrou no lugar de Seedorf já perto do fim.
Sem nota

RAFAEL MARQUES – MEIA
Tentou dar um auxílio na marcação e algumas vezes se enrolou, mas, no setor ofensivo, sua estrela voltou a brilhar e ele estava bem colocado para fazer o primeiro gol do Bota.
Nota: 7

SASSÁ – ATACANTE
Entrou nos acréscimos.
Sem nota

ALEX – ATACANTE
Em alguns momentos teve até três marcadores ao seu redor. Seu grande mérito foi o espírito de luta. Sua furada no ataque se transformou em passe para o gol de Rafael Marques.
Nota: 5

HENRIQUE – ATACANTE
Entrou no lugar de Alex e, apesar de ter tido dificuldade para dar sequência aos lances, deu mais mobilidade ao ataque.
Nota: 6



Fonte: Globoesporte.com
Comentários