A noite do último sábado foi especial para o atacante Renan Gorne. O jogador fez de cabeça, aos 40 minutos do segundo tempo, o gol da classificação do Confiança à Série B do Campeonato Brasileiro, feito que não acontecia há 27 anos. Um clube sergipano não disputa uma segunda divisão nacional há 18 anos. São cinco gols em 19 jogos pelo Confiança, com quem tem contrato até o fim da Série C. Gorne está emprestado pelo Botafogo. O vínculo com o Alvinegro vai até dezembro de 2019.

Em entrevista à Rádio Tupi, o jogador falou sobre seu futuro.

– Por enquanto não apareceu nada, o Botafogo não me procurou. Sigo trabalhando aqui, fazendo as coisas, espero se Deus quiser marcar mais gols para atingir o objetivo e ter mais bagagem para surgir alguma coisa, de prorrogação (com o Botafogo ou renovação por aqui (Confiança) – afirmou Gorne.

Perguntado se sonha com o retorno ao Botafogo, no qual foi artilheiro na base e campeão brasileiro sub-20, Renan Gorne foi direto.

– Se eu disser que não, estaria mentindo. O Botafogo me abriu as portas, me deu oportunidade. Poderia ter sido diferente. Sempre trabalhei e me dediquei, oportunidades não apareceram. Acredito que posso ter sentido um pouco a transição da base para profissional. Fico feliz por tudo que vivi, não me arrependo de nada. Espero que um dia, ou ano que vem ou mais para a frente, possa voltar ao Botafogo e dar alegrias à torcida – imagina o centroavante.

Fonte: Rádio Tupi