O Botafogo entra em campo nesta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), para receber o Atlético-MG, pela ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana, fazer bonito diante de seu torcedor, no Estádio Nilton Santos, e levar uma boa vantagem para o embate da volta, em Minas Gerais – na quarta que vem.

Não vai ao Nilton Santos? Garanta a transmissão de Botafogo x Atlético-MG
⬇ AO VIVO e DE GRAÇA

Para o jogo deste dia 24, Eduardo Barroca optou por fechar o treinamento desta tarde, no Niltão. Em seguida, o treinador concedeu uma entrevista coletiva e comentou a respeito do que esperar contra o Galo.

– A classificação do Atlético no Brasileiro (4º lugar) já diz muita coisa. Equipe com poder ofensivo bem alto, com jogadores de expressão nacional e internacional. É uma equipe que investe forte e vem jogando bem.

– Espero um jogo muito difícil, mas tenho confiança que o Botafogo tem condições de fazer um grande jogo dentro de casa, conseguir a vantagem nesse primeiro momento e, no fim, sair com a classificação – emendou.

Nos últimos três jogos, ambos pelo Campeonato Brasileiro, o Botafogo não foi às redes. E, consequentemente, não conseguiu vencer – diante de Grêmio, Cruzeiro e Santos. Barroca foi questionado a respeito da pouca produtividade:

– Tanto ontem como hoje, eu trabalhei bastante tudo que envolve conclusão a gol. Talvez meu maior desafio é ter nossos jogadores de definição mais próximo da área possível. Os ajustes coletivos que eu tenho tentado fazer é muito em cima disso. Não só o Diego Souza, como Pimpão, Erik, Cícero, Gustavo, Alex…

– Muitas vezes a gente tem a bola, mas com o adversário na frente. A gente tem um número alto de finalizações bloqueadas. A gente consegue finalizar, mas não está encaixando no gol. É em cima disso que eu tenho trabalhado com eles – completou o treinador, que finalizou da seguinte maneira:

– O torcedor vai encontrar uma equipe com uma postura que vai buscar a classificação.

Quem avançar do duelo brasileiro irá enfrentar a La Equidad, da Colômbia.

Fonte: Terra