Diante das dificuldades do Botafogo em obter uma repostas positiva na busca por reforços para o ataque, o técnico Eduardo Barroca viu a necessidade de olhar para o elenco um busca de soluções, fazendo testes e dando oportunidade a alguns nomes que não faziam parte do grupo até então.

Na vitória contra o Atlético-MG, no último domingo, por exemplo, o treinador colocou Fernando como titular na lateral direita e usou Marcinho, que vinha sendo titular no setor, como ponta. O teste deu certo e algumas oportunidades de gol foram criadas em jogadas realizadas naquela área do campo.

“É legal, você tem menos responsabilidade defensiva. Hoje em dia no futebol é difícil isso, mas você tem um pouco mais de liberdade. Como eu falo sempre, sou lateral direito, virei profissional e me coloquei no futebol como lateral e estou aí para fazer o melhor pela equipe onde tiver que jogar”, disse Marcinho

Além disso, Barroca, nos últimos jogos, passou a utilizar alguns jogadores que até pouco tempo não faziam parte do elenco. Neste caso, se encaixam o jovem atacante Rhuan, que foi integrado ao elenco profissional recentemente, Vinicius Tanque e Marcos Vinicius, que estavam emprestados ao CD Mafra-POR e à Chapecoense, respectivamente.

Anteriormente, Lucas Campos, também da base, havia tido chance e agradou a comissão técnica sendo, inclusive, titular contra Chape e Inter. Neste cenário, Barroca ainda pode ter a volta de Pimpão, que está recuperado de lesão e treinou com o grupo ontem (11).

Neste meio do ano, o Botafogo acabou perdendo opções para o setor. Erik, que estava emprestado pelo Palmeiras, foi para o futebol japonês, e Biro Biro teve o contrato rescindido após um mal súbito durante treino e o tempo de recuperação estipulado não ter acontecido.

Ainda tem a questão do centroavante, posição apontada como carente desde o primeiro semestre – a diretoria apostou em Diego Souza para a função.

A cúpula alvinegra está de olho no mercado. Tentou Pottker, mas o Internacional só negocia os direitos em definitivo e as conversas esfriaram. Há ainda a vontade de acertar com Neilton, que também está no Colorado, mas a questão financeira é um obstáculo neste momento e as tratativas estão estagnadas.

Vale lembrar que a data limite para inscrição no Campeonato Brasileiro é dia 27 deste mês.

Fonte: UOL