Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Barroca respeita decisão de Honda de deixar o Botafogo e afirma: ‘É momento para estar 110% aqui’

48 comentários

Compartilhe

Honda - Botafogo
Vitor Silva/Botafogo

O técnico Eduardo Barroca colocou uma pedra no assunto Honda após a decisão do japonês de deixar o Botafogo noticiada nesta segunda-feira. Em entrevista à Rádio Globo nesta terça, o comandante alvinegro disse respeitar a decisão do meio-campista.

– Fiquei sabendo dessa decisão após o jogo contra o Corinthians, o Túlio (Lustosa, gerente de futebol) me comunicou. Não foi algo que pudéssemos fazer o contraditório para reverter a situação. Temos muito jogadores jovens, que não tem a vivência prática da Série A, e quando perdemos um jogador que possa nos dar essa experiência, ainda mais sem a possibilidade de repor, não é o ideal. Todos nós estamos lutando contra um cenário adverso e respeitamos a decisão pessoal, a forma como foi feita, respeitosa, frontal. Precisamos de profissionais que queiram enfrentar esse cenário de maneira integral. Falo para os jogadores que não é momento para estar 100% aqui, mas sim 110%. Tudo foi feito de forma clara e respeitosa – reforçou Barroca.

O treinador alvinegro ainda não conversou com Honda após o episódio e não quis entrar em polêmicas.

– Ainda não tive oportunidade de ter uma conversa específica com ele após essa notícia. Foi uma experiência muito legal de termos trabalhando juntos, mas de forma alguma a ideia dele foi essa (de pular do barco). Teve seus motivos pessoais, teve uma lesão importante na coxa, tem três filhos pequenos e provavelmente se precipitou pelo término do Campeonato Brasileiro – completou.

Fonte: Redação FogãoNET e Rádio Globo

Comentários