Se tem boa campanha no NBB, o Botafogo também faz bonito nos estaduais das categorias de base. Na última semana, o Sub-16 alvinegro conseguiu virar a série diante do Tijuca e conquistou a vaga na decisão, que começa no domingo, às 9h, no Jequiá. Com chance de carimbar o título, o Sub-13 entra em quadra pelo segundo jogo da final nesta sexta, às 16h30, no Tijuca, após vencer o primeiro duelo dentro de casa.

Campeão da Copa Brasil Sub-13, o Glorioso vem fazendo um grande 2018 sob o comando do técnico Eduardo Monteiro. O time superou todos os rivais do Rio para chegar até a decisão contra o Tijuca e vencer o primeiro jogo por 74 a 50, com ótimo atuação de Kleber. Em caso de vitória na noite desta sexta, a equipe fecha a série melhor de três e conquista o título. O técnico Dudu falou sobre a possibilidade da conquista e espera um jogo difícil.

– Apesar da grande diferença de pontos em General Severiano, o primeiro jogo foi muito duro e só abrimos vantagem no final. Agora é outra história, temos que controlar a ansiedade dos meninos, manter os pés no chão e jogar firme no Tijuca para sacramentarmos a conquista.

Já o Sub-16, que é comandado pelo técnico Bruno Peri, avançou aos playoffs se classificando em 3º, passou pelo Municipal nas quartas e teve uma semifinal eletrizante contra o Tijuca. O Glorioso saiu atrás na série, venceu o segundo jogo por 56 a 52 e, no desempate, fez 44 a 41. O adversário da final será o Vasco, em série melhor de três, e campo neutro (Jequiá). O comandante falou sobre as superações do time e mostrou confiança para decidir o título.

–  Mesmo perdendo o primeiro jogo, sabíamos que era possível, corrigimos alguns erros e viramos a série. Esse time é muito competitivo, guerreiro e não desiste nunca. No meio do ano tivemos três atletas que foram para os Estados Unidos, repomos com jogadores mais novos eles estão dando conta do recado. A expectativa para essa final é a melhor possível.

Fonte: Site oficial do Botafogo