Base: vice-líder, Sub-20 do Botafogo faz 5 a 0 no Audax e encosta no Nova Iguaçu

Compartilhe:

Uma vitória maiúscula e importante em diversos aspectos. O Sub-20 foi até São João de Meriti, na Baixada Fluminense, e goleou o Audax por 5 a 0 em partida válida pela 12ª rodada da Taça Guanabara. Com os gols marcados por Rabello(2), Paulo, Allano e Igor, o Glorioso chegou a segunda colocação com 26 pontos e encostou no líder Nova Iguaçu, que soma 29.

A goleada motiva ainda mais a equipe na briga pelo título da Taça Guanabara, já que domingo, às 10h, em Várzea das Moças, o Alvinegro terá pela frente o clássico contra o Flamengo. Rival direto pelas primeiras posições, a equipe da Gávea ocupa a 3ª colocação com dois pontos a menos que o Glorioso.

O JOGO

Bem posicionado na Taça Guanabara, o Botafogo entrou em campo contra o Audax ciente que o campeonato está apenas começando. Com a filosofia de jogo voltada para a pressão no campo adversário, o Alvinegro foi o dono das melhores chances e logo abriu o placar, aos 5, em cabeçada na área do zagueiro Rabello. 1 a 0.

O gol prematuro não relaxou a equipe, que voltou a marcar no minuto 40. Jean cobrou falta com perfeição na área e Rabello, desta vez com o pé, marcou seu segundo gol na partida. 2 a 0 Fogão!

No intervalo, o Auxiliar Técnico no comando Alfredo Cintra ressaltou a importância do terceiro gol para garantir o resultado diante de um Audax perigoso. A equipe entendeu bem o recado e não poupou bola na rede na etapa complementar.

Nem tudo foi calmaria e o Audax também quis mostrar serviço. A equipe da Baixada Fluminense chegou com perigo no primeiro minuto e preocupou o goleiro Douglas em bola chutada rente ao gol.

Aos 5, o Botafogo teve boa chance com Moraes, mas viu o Audax levar  muito perigo em dois lances que obrigou o goleiro Douglas a se virar e evitar o gol quase certo.

O susto foi providencial e despertou no Botafogo a necessidade de matar o jogo. Missão bem compreendida pelo atacante Paulo que, aos 25, driblou o goleiro e carimbou 3 a 0 no placar.

Alfredo Cintra mudou o time e colocou Allano, Igor e Juninho em campo. Os meninos entraram inspirados e deram números finais a goleada.  Aos 33, Allano deu um corte seco no goleiro e bateu para o gol vazio. O placar foi definido por Igor, que invadiu a área livre e teve tempo suficiente para escolher o canto, deslocar o arqueiro e fechar a conta em 5 a 0.

Botafogo
: Douglas; Jean, Emerson, Rabello e Diego; Dierson, Andreazzi, Moraes e Jhonson; Paulo e André
Suplentes: Saulo, Kerlyson, Verdini, Arruda, Igor, Juninho, Allano e Marcos Vinicius
Auxiliar Técnico: Alfredo Cintra



Fonte: Site oficial do Botafogo
Comentários