O Botafogo não consegue uma sequência no Novo Basquete Brasil (NBB) e saiu derrotado, apenas da luta dentro de quadra. Neste sábado, os cariocas assustaram no fim, mas viram a vitória do Pinheiros por 69 a 67, no Poliesportivo Henrique Villaboim, em São Paulo. Com o resultado, o Glorioso deixa de encostar nos líderes e continua na sexta posição. Do outro lado, a equipe de César Guidetti conquistou o décimo triunfo consecutivo.

O destaque da partida vai para a equipe vencedora. Betinho não foi o cestinha da partida, mas foi decisivo no período final da partida, com bons contra-ataques e um toco. E quem fez mais cestas foi Renato, com 21 anotadas. Do lado carioca, Ansaloni fez 16 cestas e pegou oito rebotes.

O primeiro período foi o principal vilão do Botafogo. A equipe carioca começou atrás e demorou para equilibrar a partida, mas com muita dificuldade para segurar o ímpeto do Pinheiros, que obteve bom aproveitamento nos arremessos de fora do perímetro. Deste modo, a diferença foi de 11 pontos.

No segundo e terceiro período, o Glorioso tentou equilibrar o duelo. O treinador Leonardo Figueiró adotou uma estratégia para explorar os erros dos paulistas, especialmente, nas bolas de três. Deu certo. Contudo, a ineficiência dos cariocas nos rebotes favoreceu os adversários, que acabaram controlando o resultado.

Aquela injeção de ânimo e foco eram as coisas que faltavam para o Botafogo. E foi no último quarto, que os cariocas foram buscar para assustar o Pinheiros. O pivô Ansaloni e o armador Guga foram os principais para comandar a reação alvinegra. A virada veio. Mas Betinho estava imparável, para os paulistas, estava imparável: fez duas cestas de três e aplicou um belo toco em cima de Jamaal. No final, os paulistas comemoram a décima vitória consecutiva.

O Botafogo volta à quadra na segunda-feira, quando enfrenta o São José, às 20h, em São Paulo. Na outra segunda (04 de fevereiro), o Pinheiros encara o próprio São José também no mesmo horário.

Fonte: Terra