Guerreiro até o último segundo, o Botafogo foi superado por 73 a 69 pelo Flamengo na noite desta terça-feira, no Ginásio do Tijuca Tênis Clube. Dono de 15 pontos e jogador importante na reação alvinegra do último quarto, Mogi foi o cestinha do encontro.

Com panorama diferente e mais ofensividade, o clássico de abertura do returno começou agitado. Coelho abriu o placar e as equipes trocaram cestas até os mandantes abrirem seis pontos e fecharem a parcial em 23 a 16. O time do técnico Léo iniciou a etapa com menos volume, enfrentou dificuldades durante a maior parte do segundo quarto, se recuperou na reta final e foi para o vestiário perdendo por 42 a 32.

O Alvinegro demorou a se reencontrar na volta do intervalo, mas após ficar 15 pontos atrás, teve Cauê e Maique como válvulas de escape e foi para o último quarto mantendo a diferença anterior: 56 a 46. No eletrizante e último quarto, os times pareciam repetir o roteiro, com início superior do Flamengo e nova maior distância no placar. Porém, após o tempo técnico, o Fogão alcançou sua melhor performance diante do rival. Foram cinco minutos de uma defesa impenetrável e 10 pontos combinados entre Ansaloni e Cauê, que levaram a diferença para quatro pontos a três minutos do fim. Na reta final do encontro, Coelho chegou a reduzir a desvantagem com bola de longa distância, mas os donos da casa valorizarm a posse e fecharam o placar em 73 a 69.

Cestinha do clássico, o ala Mogi, que marcou 15 pontos, analisou o desempenho da equipe.

– Nos perdemos com erros bobos no início e deixamos eles abrirem. Tivemos o mérito de não desistir e voltar pro jogo, mas ideal é sempre ter regularidade e pecamos nesse aspecto. O último período foi diferente, o time estava preso nos dois lados da quadra, conseguimos nos soltar, a defesa foi encaixando, a confiança pra matar as bolas aumentou e ficamos bem próximos do resultado. Infelizmente não conseguimos, mas tiramos lições importantes desse jogo. Temos dois jogos importantes pela frente, é trabalhar para corrigir nossas falhas e terminar bem a fase de classificação. Depois, nos playoffs, começa um novo campeonato pra todo mundo!

O Glorioso volta à quadra pelo estadual de basquete neste sábado, às 14h, em General Severiano, para enfrentar o Niterói.

Fonte: Site oficial do Botafogo