Dispensado pelo Botafogo sem ter atuado um minuto sequer, o volante uruguaio Gonzalo Bazallo fez críticas ao técnico Ricardo Gomes, sem citar o nome do treinador. Segundo ele, o treinador não deu pistas nenhum momento de que poderia dar uma chance a ele.

– Na verdade, o treinador numca me deu chance de jogar. Fechou as portas para mim desde o começo. Essa situação, querendo ou não, é complicada, porque você precisa estar forte mentalmente para continuar treinando no máximo – afirmou Bazallo ao blog “Opinar no es Informar”, do jornalista uruguaio Mathias Rosello.

Fonte: Redação FogãoNET