Reforço mais comemorado pela torcida do Botafogo, Renatinho ainda aguarda mais oportunidades do técnico Felipe Conceição. Até o momento, o meia disputou apenas quatro partidas e esteve em campo por 48 minutos. Como o jogador perdeu parte da pré-temporada, a justificativa dada pelo treinador era a falta de preparo físico. Entretanto, para o clássico com o Flamengo, no próximo sábado (10), o atleta se vê apto para começar jogando e até alimenta essa esperança.

“Não vou dizer que 100%, mas estou bem condicionado, uns 90%. O professor Felipe Conceição ainda não definiu a equipe, mas estou com esperança. Vamos ver. Tive a felicidade de fazer gol contra o Flamengo na época de Paraná e, se tiver a chance, espero repetir”, disse antes de completar.

“Fisicamente estou bem. Ainda não está definido (time titular), mas espero estar nesse bolo. Converso bastante com o Felipe. Ele vem me passando umas dicas e falando sobre esquema tático, o que a gente preza bastante. Vamos ver se eu vou estar entre os 11 nesta lista de amanhã. Espero que sim, né (risos)”, completou.

Renatinho, que já enfrentou o Flamengo quando defendia o Paraná, pode duelar com o rival pela primeira vez pelo Botafogo. Em pouco tempo no Rio de Janeiro, o meia sabe da importância da partida e o quanto o jogo mexe com o ânimo do grupo e dos torcedores.

“Contra o Flamengo, qualquer jogo vale muito. Eu sei da responsabilidade. Não participei ainda, vai ser meu primeiro clássico, mas acompanho. Nós estamos preparados e vamos desempenhar um bom futebol”, falou.

“Sabemos a dimensão que é esse clássico. Duas camisas muito pesadas. Nós sabemos da responsabilidade e vamos fazer o melhor. Com o apoio da torcida vamos sair com a classificação”, encerrou.

Botafogo e Flamengo jogam às 16h30 (de Brasília) deste sábado (10). A partida será em Volta Redonda, pela semifinal da Taça Guanabara. O vencedor terá pela frente o Boavista, que bateu o Bangu.

Veja outros trechos da coletiva:

Carinho da torcida

É legal. É sinal que, no pouquinho que eu pude demonstrar, agradei a torcida. Espero ter mais chances de fazer essa alegria do torcedor. Por que não amanhã?

Pressão

O peso temos que ter sempre. A instituição está carente de título. Então sabemos da responsabilidade de trazer a alegria para o nosso torcedor. A pressão é natural para o atleta. A gente se cobra bastante dentro do grupo.

Esquema tático

Alguns jogadores preferem um esquema, outros preferem outro. Eu pretendo ficar entre os 11 independentemente do esquema. Eu sei da responsabilidade de marcação em cada esquema. Todo mundo está frisando isso de três zagueiros. Se tivesse dado certo não estaríamos falando disso. Agora é bola pra frente. Se for o caso de jogar com três zagueiros de novo, vai ser colocado. O importante é nossa vitória.

Jogo em Volta Redonda

Queria muito jogar no Maracanã, porque nunca joguei lá, ainda mais contra o Flamengo. Seria muito especial. Acredito que vou ter oportunidades. Pela dimensão do clássico seria o ideal, mas onde for vamos fazer tudo pela vitória. Mas confesso que queria muito jogar no Maracanã.

Carnaval no Rio

Tem bastante (blocos). Eu sou mais caseiro. Eu gosto de ficar com a família. Podem festejar quem quiser, mas eu faço a minha festa em casa com família e amigos.

Fonte: Esporte Interativo