O ‘professor’ Jair Ventura é um profissional abençoado no mundo das chuteiras furadas. Tremendo pé-quente. Depois de comandar o Botafogo, um time sem dinheiro e sem talentos, vai encarar o Peixe, um clube com o chapéu na mão e muito questionado pela torcida.

O time da Baixada está atolada em dívidas (R$ 50 milhões de curto prazo; R$ 480 milhões no total) e voltará ao batente sem duas estrelas, Lucas Lima e Ricardo Oliveira.

O meio-campista foi para o Palmeiras, enquanto o centroavante fechou com o Galo. Detalhe: nenhum dos dois rendeu um centavo ao Santos. Outro desfalque: o lateral-esquerdo Zeca, que pediu rescisão na Justiça.

Jair Ventura já foi informado que a nova diretoria, chefiada por José Carlos Peres, apertará o cinto a fim de colocar o aquário da Vila Belmiro numa situação mais estável. Até o homem do cafezinho pode dançar. Por enquanto, o único reforço que está certo atende por… Romário, ex-lateral-esquerdo do Ceará.

Fonte: Blog do Malia