Botafogo e Santos, que resumiam a grandeza do futebol brasileiro nos anos 60, com Pelé de um lado e Mané do outro, são os grandes brasileiros que estão seguindo o caminho do Corinthian, fundado em 1892 e um dos grandes times ingleses do início do século, quando o amadorismo ainda predominava. O clube que chegou a ceder onze jogadores para a seleção inglesa em uma partida contra Gales em 1894 e que fazia excursões por todos os continentes, atualmente está na oitava divisão do campeonato inglês. Sua última partida, em casa contra o Redhill, terminou com uma derrota por 5 a 1. Exagero prever a decadência? É só dar uma olhada para a Portuguesa, grande celeiro do futebol brasileiro, com muitos jogadores na Copa de 1954 e para o Guarani, campeão brasileiro de 1978.

A grandeza de um clube de futebol não é eterna. Nenhuma grandeza o é. Não vivemos mais a época de Downton Abbey e mesmo no grandioso seriado inglês, as mudanças, lentamente, vão ocorrendo. O lorde já foi salvo pelo genro  também nobre que lhe causava estranheza por gostar de….trabalhar.  Os que ficam parados sã engolidos pelas novas necessidades. Apenas como comparação, o Corinthian tem um estádio para 26 mi pessoas. O Santos e o Botafogo, não.

Tudo indica que o Santos foi escalpelado em tenebrosas transações. Neymar e seu pai já haviam assinado com o Barcelona antes do Mundial. Entraram nos cofres do Santos muito menos euros do que saíram da Catalunha. E agora, jogadores escapam do clube por conta de salários atrasados e não pagos. Com sinceridade, hoje e possível dizer que Santos e Palmeiras estão no mesmo nível? Como, se Arouca entrou na Justiça para receber dívidas e correr para o Palmeiras. E Dracena, correndo para o Corinthians? Mena? Aranha?

A falácia de que temos 12 clubes grandes está sendo destruída. Desde o início dos pontos corridos, apenas seis clubes foram campeões. O Santos foi um deles. Com um estádio minúsculo, com dívidas astronômicas, depende muito do surgimento de novos craques para se manter. Pensar em título, como em 2004, é sonho. E não se pode esquecer que Gabigol e outros garotos já estão fatiados. Vende-se a joia para manter o medalhão.

O Botafogo é ainda pior. Desde a perda do Engenhão, caiu em uma decadência econômica que dá medo. Onde vai buscar forças para reagir? O torcedor pode ter certeza que a queda foi circunstancial e que o clube vai subir? É só olhar para o sufoco do Vasco que foi terceiro na segunda. Note que estamos falando de reação na série B. Não estamos falando de título na série A.

O Corinthian te orgulho de ter dado origem a um gigante. No mundo, há muitos Santos e Botafogos que homenageiam os gigantes. Que essa coincidência não se cristalize nos próximos anos. Um ex-gigante conhecido por sua história e por seus rebentos.

Fonte: Blog do Menon - UOL