O atacante Emerson Sheik fez as contas e chegou à conclusão de que os oito meses de trabalho no Rio de Janeiro sairão mais em conta, em termos financeiros, do que propriamente se decidir permanecer em São Paulo _ ou aventurar-se por outros estados.

Explica-se: o jogador do Corinthians gasta pequena fortuna em deslocamentos aéreos semanais para visitar mãe e filhos na Cidade Maravilhosa.

O Botafogo veio mesmo a calhar…

Fonte: Blog do Gilmar Ferreira - Extra Online