Acabou a era Camilo no Botafogo.

1 ano depois de estrear justamente contra o Internacional, onde fez 1 gol, o jogador está de malas prontas para o clube gaúcho.

50 jogos nesse período, 7 gols e raríssimas assistências. Pouco para quem chegou com a missão de ser o camisa 10.

Passagem ruim. Camilo se mostrou irregular e fraco de cabeça. A simples contratação de Montillo foi capaz de tirar o meia dos eixos.

Ali, naquele momento, Camilo acusa o golpe e deixava de ser o mesmo.

Barrado pela segunda vez, não resistiu.

Camilo já vai tarde e não deixa saudade.

Se Brenner, atacante que chega em troca, irá vingar é outra questão.

Fonte: Blog do Bruno Voloch - Gazeta Esportiva