Blog: ‘Com essa base, se o Botafogo tiver paciência e cuidado, terá bela geração’

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Relegado ao alternativo calendário da Série B, com seus jogos das terças e sextas-feiras, por vezes aos sábados, o capixaba Luís Henrique, de apenas 17 anos, vai construindo uma promissora carreira com a camisa do Botafogo.

É um menino ainda, mas já tem quatro gols marcados pelos profissionais em 820 minutos cumpridos em 13 partidas.

Prestem bem atenção: Luís Henrique tem 17 anos, mas se movimenta e produz conteúdo como qualquer profissional já rodado.

Sem firulas, mas com personalidade!

Nos 3 a 0 sobre o Mogi Mirim, na última sexta-feira, em Cariacica, no Espírito Santo, ele jogou por apenas meia-hora, mas fechou o placar com uma cobrança de pênalti de gente grande _ numa “cavadinha” ao melhor estilo Loco Abreu.

Vai longe este menino.

Aliás, para ser justo, não é o único a merecer destaque.

Outros jovens valores da base, um pouco mais velhos, como o meia Fernandes e o atacante Sassá, também mostram talento e eficiência.

Se o Botafogo tiver paciência e cuidado, e se deixar Ricardo Gomes trabalhar com calma, estará erguendo para si uma bela geração…

Notícias relacionadas