BOTAFOGO 0 x 2 SÃO PAULO.

Eduardo Barroca tentou disfarçar a carência ofensiva do elenco retendo a bola com troca de passes, ainda que ocorresse numa zona intermediária do campo.

No caso do jogo em questão, em jeito elegante de evitar que o São Paulo assumisse o protagonismo.

O Botafogo chegou a ter 72% de posse nos 45 minutos finais e isso quer dizer que sobrou pouco tempo para os donos da casa se organizarem ofensivamente.

Porque se não o adversário não tem a bola, pouco pode fazer.

Talvez por isso, e só por isso, a vitória do time de Cuca tenha sido só por 2 a 0 – tamanha diferença de qualidade entre os dois times.

Em termos práticos, a realidade do Botafogo segue sendo aquela mediocridade que vimos no Estadual.

Mas, a simples intenção de Barroca de fazer com que o time jogue futebol, confere um certo charme ao time e amplia o horizonte dos torcedores

Vejamos…

Fonte: Blog do Gilmar Ferreira - Extra Online