Honestamente é compreensível mas absolutamente injustificável esse clamor envolvendo Jefferson.

A não convocação do goleiro do Botafogo é normal.

Jefferson andou falando demais, direito dele, mas Dunga não interpretou de maneira positiva as declarações do jogador quando o mesmo foi barrado após o jogo contra o Chile na abertura das eliminatórias.

Aliás, Jefferson falhou mesmo. Fato. Se a barração na ocasião foi justa ou não é uma outra questão.

Evidente que o fanatismo do torcedor do Botafogo fala mais alto. Jefferson é hoje o maior ídolo do clube.

O goleiro porém tem personalidade forte e não é unanimidade.

Quem não se recorda da péssima relação com o então supervisor Wilson Gottardo em 2014?

E Seedorf?

Jefferson é um bom goleiro, nada acima da média. Como ele, existem outros tantos.

Dunga convoca quem quiser. Alisson, Marcelo Grohe e Diego estão no mesmo nível. Nem melhores, nem piores que Jefferson.

A mágoa nas declarações nos levam a interpretar que o ciclo dele com Dunga está encerrado.

Bom para o Botafogo

O torcedor deveria estar é feliz. No clube ele será muito mais útil do que na seleção.

Fonte: Blog Bate-Pronto - Bruno Voloch - Yahoo! Esportes