Chegamos ao período mais agitado da temporada. Com a falta de notícias no dia a dia, surgem na mídia diversas especulações de reforços pra todos os times. Tem aquela revelação do campeonato que é desejada por 10 times, tem o jogador experiente que atua no exterior e sempre é especulado, tem aquele cara ruim do seu time que você tá doido pra levarem…

Visando entrar nesse clima, o blog Preto no Branco traz cinco nomes que poderiam ser reforços do Botafogo para a longa temporada de 2017. Os critérios são simples: qualidade (óbvio), oportunidade, realidade e necessidade. O clube vem se reforçando razoavelmente bem, mas precisa focar mais no seu esquema tático para contratar com ainda mais eficiência.

Levando em conta o estilo de jogo de Jair Ventura, detectamos cinco nomes para as cinco posições mais carentes no atual momento. Vamos a eles:

1) Tiago Pagnussat

A zaga foi um ponto forte do Alvinegro nesta temporada. No entanto, os desafios serão ainda maiores em 2017. Por isso, o primeiro nome é um zagueiro. Ele pertence ao Atlético-MG e teve ótimo desempenho no Bahia, que garantiu vaga na Série A. Seria opção imediata a Joel Carli e Emerson Santos. As outras opções seriam Emerson Silva e Marcelo – fazendo questão de ignorar o Renan Fonseca aqui.

2) Arouca

Nome conhecido no futebol nacional, o volante não teve um ano muito bom no campeão Palmeiras. No entanto, tem a qualidade necessária pra dar a volta por cima e se reencontrar na carreira. Além disso, tem características parecidas com as de Aírton, que é desfalque em uma quantidade considerável de jogos. O camisa 8 ex-Santos é o nome ideal para revezar com ele.

3) Lucca

Chegamos na parte mais importante: o meia de lado de campo, o famoso extremo. Se você tem o costume de ler o blog, com certeza já me viu falando sobre isso. No esquema atual do Botafogo – e em vários clubes do Brasil também – não existe mais o “atacante de velocidade” ou “atacante de lado”. Existe o extremo, que joga na linha de quatro no meio, atacando e defendendo com a mesma intensidade. Apesar de jogar assim, o Glorioso não tem jogadores especialistas na posição. A função foi exercida por Bruno Silva, pela direita, e até Diogo Barbosa, pela esquerda. Lucca, do Corinthians, tem muito potencial e chegaria gabaritado a assumir essa vaga.

4) Erik

Revelação do Brasileirão 2014, o ótimo atacante do Goiás não teve vez no elenco inchado do Palmeiras. Tem muito talento e, como é jovem, ainda pode se aperfeiçoar em diversos estilos de jogo. Seria minha aposta para ser o outro extremo – embora preferisse um canhoto, foi difícil encontrar um nome viável e que se enquadrasse nos critérios do blog. Uma possibilidade era Nikão, do Atlético-PR, mas não sabemos sua condição física atual – sofeu grave lesão e perdeu boa parte da temporada.

5) Ricardo Oliveira

Apesar da idade avançada, Ricardo Oliveira seria ótimo nome para a Libertadores

O ataque foi nosso ponto fraco na temporada. Sassá teve seu momento de matador, mas, convenhamos, não convence tecnicamente – além dos problemas de comportamento. Roger foi uma boa contratação para elenco, mas também não tem tarimba de titular. Confesso que essa posição foi a que mais demandou tempo à procura de nomes. Passando por Ábila, ainda sendo pago pelo Cruzeiro, e Marcelo Moreno, que quer ganhar “apenas” R$ 1 milhão por mês, foi difícil encontrar um nome viável – e que, ao mesmo tempo, correspondesse às expectativas da titularidade. Com a notícia de que o Santos está tentando repatriar Luis Fabiano, acho difícil que o experiente artilheiro Ricardo Liveira permaneça na Vila Belmiro. Seria um ótimo nome!

E você, quais nomes indica para o Botafogo de 2017?

Fonte: Blog do Pedro Chilingue - ESPN