Deu sorte o time de Vágner Mancini: achou um gol logo nos primeiros minutos, num rompante do volante Bolatti, e passou a jogar no desespero do adversário.

Sem Emerson a ordenar as jogadas de ataque, o Botafogo fica sem objetividade tática.

O toque de bola perde o foco.

Como teve pela frente um adversário confuso, venceu.

Mas não convenceu…

Fonte: Blog do Gilmar Ferreira - Extra Online