Além da indiscutível qualidade técnica dentro das quatro linhas, Seedorf é reconhecido por ser, fora delas, um profissional exemplar. Mas será que ele pode, ou deve, se reapresentar depois de todos os outros? Entendo que, até que a razão venha à tona, não.

Na pré-temporada do ano passado era justo e até recomendável que o holandês descansasse mais, pois não teve férias após sair do Milan e vir para o Botafogo. O camisa 10 jogou, praticamente, um ano e meio consecutivamente.

Na sociedade vaidosa em que vivemos – especialmente no mundo dos boleiros -, esse tipo de situação abre precedente para que outros atletas fiquem insatisfeitos. Suponhamos que, um belo dia, Jefferson faça algum tipo de pedido. Como dizer não? Ou alguém acha que ele é menos importante do que Seedorf?

E outra: por que a diretoria não revela quando o craque volta a trabalhar? Difícil compreender por que se faz tanto jogo de cena no futebol…

E você, acha que Seedorf pode se reapresentar depois do restante do elenco?

Fonte: Blog Ninguém Cala - Lancenet!