Não foi por falta de aviso.

Se a notícia chegou ao blog, conforme publicação abaixo no dia anterior, certamente o presidente Carlos Eduardo Pereira conhecia os fatos.

Optou por ignorar a insatisfação dos torcedores.

http://www.fogaonet.com/noticia-em-destaque/blog-principal-torcida-organizada-prepara-protesto-contra-diretoria-do-botafogo/

Dito e feito.

Exibir foto

.

image

Não ficou barato. Não daria mesmo certo.

É uma discussão longa e polêmica proibir ou não a entrada de torcedores no local onde os jogadores ‘trabalham’.

Só que tem sido assim e não apenas no Botafogo. Virou rotina.

No Rio, Flamengo, recentemente, e Fluminense já passaram por isso.

No Botafogo não chega a ser nenhuma novidade, afinal o clube vive em crise.

A invasão de hoje não vai fazer a diretoria se mexer, até porque segundo o próprio treinador, o ‘time não precisa de reforços’. O presidente se diz ‘tranquilo’.

Alguém portanto tinha que cobrar.

O que se espera é ver em campo jogadores mais empenhados e tentando honrar a camisa do clube que assinaram contrato.

Fato é que não foi a primeira e certamente, ainda mais no Botafogo de hoje, não será a última invasão.

O presidente parece digerir bem e com naturalidade ver o clube caminhando para mais um rebaixamento.

O verdadeiro torcedor, esse sim, não se conforma.

Não creio que os registros em General Severiano possam mudar em nada o cenário atual. O time é ruim e muito limitado. Os ‘reforços’ não vingaram, existem jogadores absolutamente descompromissados e boa parte do elenco poderia ser dispensada.

Helton Leite, Octávio, Matheus Menezes, Lucas Zen, Jean, Dierson, Lizio, Salgueiro, Yaca, Sassá, Anderson Aquino, Marquinhos e Maranhão.

Por fim, o chileno Gustavo Canales, a grande esperança, desembarcou lesionado.

Fonte: Blog do Bruno Voloch - Yahoo!