Nos últimos anos, o Botafogo voltou a ser um clube formador de jogadores. Depois de anos sem revelar grandes nomes, uma boa safra surgiu liderada por Dória, Gabriel, Vitinho e Jadson.

Os dois últimos já foram vendidos e garantiram um bom dinheiro ao clube. É claro que o time estaria melhor com eles, principalmente o meia-atacante, mas o CSKA se aproveitou da baixa multa rescisória e levou Vitinho para a Rússia. Enquanto isso, Dória e Gabriel se firmaram e vivem sendo especulados em clubes do futebol europeu.

Num mundo ideal, o Botafogo não precisaria vender nenhum jogador e qualificaria seu elenco cada vez mais jogadores da base. Mas vivendo problemas financeiros, a melhor solução para angariar recursos, infelizmente, é a venda de jogadores. E para não sofrer tanto com isso, a roda da revelação de jogadores deve seguir.

Segue um exemplo: caso Dória seja vendido, Matheus, que era para ter jogado no lugar de Dória naquela partida contra o Coritiba em 2012, terá mais chances. Naquela ocasião, Matheus era tido como grande promessa e Dória era seu reserva. Porém, Matheus sofreu grave lesão e teve a evolução interrompida. Quem garante que Matheus não pode explodir agora, recuperado e mais experiente, e virar titular?

E assim segue a roda da revelação. É triste ver um bom valor ir embora, mas com o caixa reforçado, bons jogadores podem vestir a camisa do Botafogo num futuro próximo.

Fonte: Blog Ninguém Cala - Lancenet!