FLUMINENSE 1 x 1 BOTAFOGO.

Não foi um clássico temperado pelo virtuosimo, embora os dois times tenham procurarado mostrar o que têm de melhor.

Daí a impressão da superioridade alvinegra, um time mais bem organizado, com padrão de jogo ajustado e ritmo intenso.

Os tricolores, agora treinados por Levir Culpi, demoraram a se achar no jogo.

Diego Souza não se movimentou como deveria, e a trinca de volantes orientada por Ricardo Gomes tratou de neutralizar as ações ofensivas do Fluminense.

O jogo ganhou em emoção após o gol (sem querer) de Ribamar e o Botafogo teve chances de consolidar a vitória.

Levir remoçou o time tricolor com Gerson e tentou melhorar a transição com Felipe Amorim.

Parece ter dado certo: mesmo desordenado, conseguiu o empate no final com uma cabeçada de Gum, que entrara no intervalo na vaga de Renato Chaves.

Ficou um certo ar de injustiça?

Ficou.

Mas ficaram também duas certezas.

A primeira: Ricardo Gomes já tem um time pronto para fazer frente em âmbito regional.

A segunda: Levir Culpi vai fazer muito bem a este time do Fluminense.

Fonte: Blog do Gilmar Ferreira - Extra Online