O presidente do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira, pode ter que voltar atrás da decisão tomada na semana passada.

O dirigente disse que a partir dos incidentes registrados no Engenhão o Flamengo não jogaria mais no local.

Acontece que as coisas não simples assim.

O regulamento da competição, assinado pelo Botafogo inclusive, prevê que sem o Maracanã, as finais sejam jogadas no estádio Nílton Santos.

Nesse caso, se a liminar concedida recentemente determinando clássico com apenas uma torcida for cassada, o jogo será no Engenhão com as duas torcidas e o Botafogo nada poderá fazer.

Fonte: Blog Visão do Rio - Bruno Voloch - Yahoo! Esportes