Mesmo com a derrota para o São Paulo por 4 a 3, no sábado, o Botafogo tem dois bons motivos para comemorar: os desempenhos de Gatito Fernández e Marcos Vinícius. O primeiro defendeu um pênalti em seu retorno ao time e, embora tenha sofrido quatro gols, não falhou em nenhum deles.

Como o problema que tirou Jefferson do jogo foi, segundo o clube, algo leve — e ele só não foi relacionado por precaução —, o técnico Jair Ventura terá que tomar em breve a difícil decisão: escalar o brasileiro ou o paraguaio? Até agora, ou um dos dois estava contundido ou sem ritmo de jogo — a escolha de Sofia não precisou ser feita. O discurso do treinador sempre foi o de que essa é uma “dúvida boa” e que gostaria de tê-la em todas as posições.

Pois, em ao menos uma outra, parece que ele terá: o meio-campo. Mais especificamente, na função de armador. A posição ficou vaga depois das saídas de Camilo e Montillo, e agora e é uma das mais disputadas do elenco: Jair tem à disposição João Paulo, volante de origem; Marcos Vinícius, que atuou bem no sábado e na estreia, contra o Fluminense; e Leo Valencia, chileno que acabou de conseguir o visto de trabalho e já deve poder ser relacionado na quarta-feira, contra o Palmeiras.

Fonte: Extra Online