Bolívar: ‘O Botafogo vai ter que fazer um jogo perfeito para sair com os três pontos’

Compartilhe:

No reencontro com o Inter, Bolívar tem a receita para o Botafogo sair com os três pontos e se manter firme na briga por uma vaga na Libertadores do ano que vem: fazer uma partida perfeita. Pressionados por motivos diferentes, os dois times se enfrentam neste domingo, às 17h, no Estádio Centenário, em Caxias do Sul, e não querem nem pensar em empate.

Um dos clubes com maior investimento no Campeonato Brasileiro, o Colorado vai mal das pernas e está apenas seis pontos acima da zona de rebaixamento. A torcida já protestou, exigindo uma reação urgente da equipe.

General quer vitória sobre o Inter

Foto:  André Mourão / Agência O Dia

Por conta da delicada situação vivida pelo ex-time, Bolívar acredita que o jogo será ainda mais difícil que o empate em 3 a 3, no Maracanã, no primeiro turno.

“Eu acho que o Inter se torna mais perigoso nestes momentos. Os jogadores experientes que lá estão não vão se abalar por pressão da torcida. O jogo vai ser extremamente difícil pela qualidade do time deles e por saberem que vivem um momento difícil, que o clube não esperava estar passando em 2013. O Botafogo vai ter que fazer um jogo perfeito para sair com os três pontos”, disse o General em conversa com O DIA .

O zagueiro serviu como informante e compartilhou com os companheiros seus conhecimentos sobre o Centenário, estádio onde será disputada a partida.

“É um estádio muito confortável e a pressão não vai ser tão grande porque acredito que não terão muitos torcedores pelo campanha que o Inter vem fazendo. O clima é muito bom por ser na Serra Gaúcha. Tem tudo para ser um grande jogo e tenho certeza de que o grupo está preparado para buscar a vitória”, afirmou Bolívar.

Se os gaúchos olham para baixo com preocupação, os alvinegros miram o alto da tabela em busca de uma vitória que pode colocar a equipe na vice-liderança do Brasileiro.

Durante a semana, Seedorf pôs fim ao pessimismo que tomou conta da torcida após a derrota por 1 a 0 para o Goiás. O craque fez questão de rejeitar semelhanças da atual campanha com as dos últimos anos, que acabaram em decepção pela perda da vaga na Libertadores.

Fonte: O Dia Online

Comentários